21.2.08

Qualquer coisa que podia ser


Penso no que podia ter dito
e sido o que podia ser.
A poder dizer, serei o grito,
que podia não ter.

Ana Maria Costa
20 de Fevereiro de 2008

4 comentários:

jorge vicente disse...

tens um desafio pa ti no meu blog

herético disse...

ou murmúrio... tão só! mais intenso que um grito.

Bichodeconta disse...

Com poucas mas sábias palavras dizes uma montanha de coisas que outros, escrevendo imenso não conseguem dizer..Parbéns e boa semana , um beijinho, ell

alice disse...

http://amcrisalida.blogspot.com/

neste blogue, alguém assina com o mesmo nome que tu. só para veres*

beijinho

Minho actual tv