27.2.07

Espera




Nos olhos
parados

o pó
assenta.

ana maria costa



6 comentários:

MiguelGomes disse...

E onde o pó assenta, nem os olhos prescrutam...

Fica bem,
Miguel

Poesia Portuguesa disse...

É no olhar que a Vida mais ressalta de dentro de nós... e em cada olhar, uma flor pode nascer...

Um abraço e boa semana ;)

Daniel Aladiah disse...

E porque há posts simples e lindos em tudo: imagem, música e palavras.
Um beijo
Daniel

Conceição Bernardino disse...

Olá,
“Não quero honras.
Não pretendo ser líder.
Quero apenas partilhar o que encontrei
E mostrar esses novos horizontes”
Texto escrito por Fernão Capelo Gaivota

Como podemos nós suportar tanta miséria à nossa volta, sinto-me impotente, escrevo para minimizar a dor destes inocentes. Mas será que consigo?
Conceição Bernardino
Beijinhos
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

un dress disse...

dos olhos parados nascem sorrisos

às vezes lágrimas...

Nelson Ngungu Rossano disse...

"parar é morrer"

Minho actual tv