3.1.07

Para o Eduardo Lobo

(fotografia de José Gama)


Eduardo, obrigado pela sinceridade e abertura de diálogo.



Sabendo que do nada
que escrevo é nada
de poesia!

Sabendo que escrever
de nada é nada!

Sabendo que a matemática
é ciência e que dois mais dois
são quatro.

Sabendo que a poesia
não é, para mim, uma ciência

Porque a ciência não é nada
que se escreve
sabendo nada!


Ana Maria Costa
03.01.2007

1 comentário:

Presença disse...

Olá Ana,

Feliz Ano Novo... com esse espirito livre...

Um abraço

Minho actual tv